Home Destaque Acusado de ‘tocar o terror’ na região Norte do Piauí morre em confronto com a polícia

Acusado de ‘tocar o terror’ na região Norte do Piauí morre em confronto com a polícia

2 primeira leitura
0
0
318

Um homem identificado como Antônio Aroldo Pereira de Araújo e mais uma pessoa morreram durante confronto com a Polícia na região de Miguel Alves, a 109 quilômetros de Teresina, neste sábado (05).

A segunda vítima era namorada de Aroldo e foi identificada apenas como Bárbara. A troca de tiros ocorreu em uma mata fechada numa subida de uma colina na localidade Pedreira Buritirana, zona rural do município de Miguel Alves.

Ainda durante a  operação policial, duas pistolas foram apreendidas, sendo uma 9mm e outra .40, além de 160 sacolé de maconha, 169 sacolés de crack, uma motocicleta roubada e um pouco mais de R$ 5 mil.

Aroldo é acusado de chefiar uma quadrilha que tocava o terror em cidades do Baixo Parnaíba como Miguel Alves, Porto, Barras, Nossa Senhora dos Remédios, Campo Largo e Matias Olímpio. Ele respondia a processos por homicídios e assaltos a bancos, entre outros.

Escolas municipais em Nossa Senhora dos Remédios tiveram de suspender aulas em 2019 após ameaças de que o bando de Aroldo as invadiria.

Em abril do ano passado Aroldo ganhou fama após furar um cerco policial na localidade Angico Branco, entre Miguel Alves e Barras. Ele e seus comparsas pilotavam motocicletas quando conseguiram o feito.

 

Por piauihoje.com

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação
Carregar mais por Destaque

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias (PORTAL REDE POP TRANSMÍDIA) reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós. Postagens criminosas, que firam a legislação brasileira serão repassados às autoridades policiais competentes para rastreamentos e as medidas legais cabíveis aos criminosos.

Veja Também

Funcionário dos Correios é mantido refém e carga é roubada

Um funcionário dos Correios foi mantido como refém durante um assalto na zona norte de Ter…